Pular para o conteúdo principal

A Misteriosa Civilização Védica

 




A civilização védica refere-se a uma antiga cultura que se desenvolveu no subcontinente indiano, particularmente nas regiões do noroeste, há milhares de anos. 


Essa civilização é mais conhecida por seus textos religiosos e filosóficos, os Vedas, que são uma coleção de escrituras sagradas em sânscrito. Aqui estão alguns livros que abordam o assunto das origens da civilização védica:


1. "The Rig Veda" (O Rigveda) - Este é o mais antigo dos Vedas e contém hinos religiosos e poéticos que oferecem informações sobre a cultura e crenças da civilização védica.


2. "The Upanishads" (Os Upanishads) - Estes textos filosóficos exploram conceitos espirituais e metafísicos e são considerados uma parte essencial da herança védica.


3. "The Mahabharata" - Este épico antigo contém a história do conflito entre os Pandavas e os Kauravas, além de conter muitas histórias e ensinamentos relacionados à civilização védica.


4. "The Bhagavad Gita" - Parte do Mahabharata, este texto é uma conversa entre o príncipe Arjuna e o deus Krishna, abordando questões morais e filosóficas.


5. "The Vedas: An Introduction to Hinduism's Sacred Texts" (Os Vedas: Uma Introdução aos Textos Sagrados do Hinduísmo) - Um livro que oferece uma visão geral dos Vedas e da civilização védica.


Essas obras fornecem informações valiosas sobre a civilização védica, sua religião, filosofia e cultura. Você pode explorar esses livros para obter uma compreensão mais profunda das origens da civilização védica.


A origem da civilização védica é um tópico de estudo fascinante, mas também controverso. A pesquisa acadêmica sobre esse assunto envolve várias teorias e interpretações. Alguns dos principais tópicos de estudo incluem:


1. Teorias migratórias: Algumas teorias sugerem que os antigos povos védicos migraram para a Índia a partir de regiões vizinhas, como a Ásia Central. Isso é conhecido como a "teoria das invasões arianas" ou "teoria da migração ariana".


2. Teorias indígenas: Outros pesquisadores argumentam que a civilização védica já estava presente na Índia e que não houve uma migração maciça. Eles defendem a ideia de uma origem indígena da cultura védica.


3. Arqueologia: A pesquisa arqueológica também é usada para entender a origem da civilização védica, analisando sítios arqueológicos e artefatos antigos.


4. Análise linguística: Estudos linguísticos, particularmente a análise da língua sânscrita, são usados para traçar as origens e migrações dos antigos védicos.


5. Teorias culturais e religiosas: Além disso, existem estudos sobre as crenças religiosas e práticas culturais dos védicos, que ajudam a lançar luz sobre sua origem.


É importante observar que não existe um consenso definitivo sobre a origem da civilização védica, e a pesquisa continua evoluindo à medida que novas evidências e interpretações emergem. A literatura acadêmica nesse campo é vasta e oferece uma variedade de perspectivas sobre o assunto.


A cosmogonia védica é a visão da criação do universo de acordo com os textos sagrados conhecidos como os Vedas, que são alguns dos textos mais antigos da tradição hindu. A cosmogonia védica é complexa e envolve várias histórias e conceitos. Aqui estão alguns dos principais pontos:


1. **Hiranyagarbha**: Como mencionado anteriormente, a cosmogonia védica descreve o universo como tendo surgido do "Hiranyagarbha", o Ovo de Ouro cósmico. De dentro deste ovo, Brahma, o deus criador, emerge para dar origem ao universo.


2. **Três Etapas da Criação**: A criação no contexto védico é considerada como ocorrendo em três etapas: a criação, a preservação e a destruição. Cada uma dessas etapas é associada a uma divindade específica. Brahma é o criador, Vishnu é o preservador e Shiva é o destruidor.


3. **Ciclos Infinitos**: A cosmogonia védica acredita em ciclos infinitos de criação, preservação e destruição do universo. Isso é conhecido como "Yuga" e é composto por quatro eras diferentes, cada uma representando uma fase do ciclo cósmico.


4. **Conexão com a Realidade Espiritual**: A visão védica da criação não é apenas uma descrição do surgimento do mundo físico, mas também é vista como uma expressão da realidade espiritual. A busca pela união com o divino é central na filosofia védica.


5. **Importância dos Rituais**: Os Vedas também enfatizam a importância dos rituais e sacrifícios como parte do processo de manutenção da ordem cósmica e do equilíbrio entre os deuses e os seres humanos.


Em resumo, a cosmogonia védica é uma parte central da filosofia e mitologia hindu, fornecendo uma visão única da criação e da relação entre o divino e o mundo material.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OS MISTÉRIOS DO 11 DE SETEMBRO "PORQUE A VERSÃO OFICIAL NÃO PODE SER VERDADEIRA"

TODOS OS MISTÉRIOS FORAM DESVENDADOS NESTE DOCUMENTÁRIO RTP 2 - 11 de Setembro A Grande Farsa (Completo) NÃO FOI UMA AERONAVE QUE ATINGIU O PENTÁGONO ISTO JÁ ESTA PROVADO AUTOR QUE DENUNCIAVA 11/09 É ENCONTRADO MORTO AUTOR QUE DENUNCIAVA O 11 DE SETEMBRO COMO UM PLANO AMERICANO É ENCONTRADO MORTO JUNTO COM TODA FAMÍLIA Phillip Marshall, pesquisador, escritor e ex-piloto da CIA, foi encontrado morto em 2 de fevereiro de 2013, com sua esposa e filhos. Até mesmo o cão da família foi morto. As autoridades tratam a questão como suicídio, mas de acordo com aqueles que o conheciam Phillip, ele vivia com medo desde q...ue ele publicou seu livro "The Big Bamboozle: 9/11 e a Guerra ao Terror", em que culpa o governo dos Estados Unidos para os ataques. Phillip escreveu no livro que a administração Bush, com a cooperação de inteligência saudita, foi responsável pelos ataques terroristas de falsa bandeira 11 de setembro de 2001 às Torres Gêmeas. De ac

ARTUR BERLET E A REVELAÇÃO (UMA CIDADE COM 90 MILHÕES DE HABITANTES) NOSSO PLANETA O PRÓXIMO ALVO?

Aliás, todas as evidências indicam que existe mesmo uma certa raça malévola dos tripulantes de OVNI que tem um grande interesse em destruir a nossa civilização, muito possivelmente para se apoderar da Terra - um verdadeiro paraíso infelizmente tão desprezado e maltratado por nós mesmos! Nada, nada mesmo, impede que certas criaturas, tal como nos falam os relatos bíblicos sobre a "Tentação da Serpente", de tempos em tempos se aliem com algumas nações, fornecendo tecnologia e assim estimulando nos bastidores, e graças à nossa estupidez, o nosso próprio fim! Artur Belet, um brasileiro seqüestrado para exames por tripulantes de um OVNI no Estado do Rio Grande do Sul, ouviu de um deles precisamente isto: "Chegamos à conclusão que vocês não suportarão por durante muito tempo a curiosidade de ver o estrago que fazem todas as suas armas. E quando isso acontecer, não poderão escapar dessa devastação, porque com poucas bombas daquelas (nucleares) contaminarão tod

O PROJETO JANUS

Eis aqui um pequeno exemplo de poder: Imaginemos que sois o novo rei de um país e desejais ter a segurança de continuar sendo. Então, convocais separadamente duas pessoas das quais tendes a certeza de que elas farão o que lhes direis. Para uma dareis diretrizes “de esquerda” e a financiareis para que ela possa criar um partido.  Com a outra agireis da mesma forma, fazendo-a criar um partido “de direita”.  Acabais de dar vida a dois partidos de oposição, financiais a propaganda, os votos, as ações e estais exatamente a par de seus mínimos planos. O que significa que controlais os dois. Para que um partido tenha vantagem sobre o outro, só tendes de lhe dar mais dinheiro. Os dois chefes de partido crêem ter-vos a seu lado, e sois assim “amigo” dos dois.   O povo é assim, dessa forma, preso nesse vai-e-vem entre “esquerda” e “direita” e sequer pode imaginar que, como rei podeis ser a origem da dissensão. O povo até vai pedir-vos auxílio e conselho.  Golbery seria o idealizador do Projeto J