Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

UFOLOGIA E ASTROPOLÍTICA

UFOLOGIA E ASTROPOLÍTICA Na movimentada história da Ufologia, livros foram marcando e balizando os grandes momentos, as crises, as mudanças de rotas... Foi assim em 1950. Em 1953. Em 1955. Em 1963... Este extraordinário livro de Ralph Blum, Toda a Verdade Sobre os Discos Voadores, vem a tona em 1974. Prof. Flávio A. Pereira (outubro de 1976) Estaremos, a esta altura do século, ás portas do terceiro milênio, habilitados a – aceitar a idéia de que “eles” chegaram aqui antes de nós termos chegado até “eles”?! Com que objetivos freqüentam o espaço terrestre? Observam bases militares. Pra que? Que dizer de sua Astropolítica? Prof. Flávio A.Pereira (Outubro de 1976) Presidente do Instituto Brasileiro de Astronáutica e Ciências Espaciais (IBACE) Reitor da Escola Superior de Ciências; Presidente da Comissão Brasileira de Pesquisa Confidencial de Objetos Aéreos Não Identificados; Presidente de Honra da Associação Brasileira de Pesquisas Exológicas; Membro brasileiro do Aer

OS CRÂNIOS DE CRISTAL MAIAS, MIXTEXAS E ZAPOTECAS

De fato , a idéia de que crânios de cristal estejam ligados a poderosos rituais hindus e do Budismo tântrico parece ser bem fundamentada. A iconografia dos crânios é bastante presente a arte tibetana e hindu. Relacionados aos crânios himalaios e tibetanos havia os crânios de jade, esculpidos a partir da valiosa e dura pedra esverdeada. Um site da internet (www.greatdreams.com) afirma que, entre os anos 2000 e 2001, “foram encontrados crânios de cristal em algumas cavernas e montanhas remotas. Levaram-se dois anos todas as 22 antigas peças, conhecidas em seu conjunto como OS CRÂNIOS DE BEIJING, possivelmente ligados aos Dropas” . Os Dropas são extraterrestres semelhantes a anões que supostamente desceram das nuvens quando sua nave caiu em uma área montanhosa remota na fronteira entre a China e o Tibete. Ali eles viveram em cavernas , e já se reportou a descoberta de túmulos contendo seus estranhos esqueletos e discos que conteriam

1966 O CASO DAS MASCARAS DE CHUMBO

1966 O CASO DAS MASCARAS DE CHUMBO No dia 20 de agosto de 1966, um sábado, dois homens foram encontrados mortos no alto do Morro do Vintém, no bairro Santa Rosa, em Niterói, Estado do Rio de Janeiro. Nenhum sinal de violência ou luta corporal. Os corpos estavam próximos, um ao lado do outro, deitados de costas no chão, em cima de uma espécie de "cama" feita com folhas de Pintoba, uma espécie de palmeira, as quais foram cortadas com alguma faca ou algo similar. Os corpos estavam bem vestidos com ternos limpos e com capas de chuva. Os corpos já estavam em adiantado estado de putrefação. Do lado dos corpos um estranho marco de cimento, uma garrafa de água mineral magnesiana, uma folha de papel laminado que foi usada como copo, um embrulho de papel com duas toalhas, um par de óculos preto com uma aliança em uma das hastes, um lenço com as iniciais "MAS", duas toscas máscaras de chumbo, um papel com equações básicas de eletrônica e um estranho papel com a