Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

OS BEBÊS JÁ NASCEM CONDICIONADOS?

O fenômeno hippy é a forma romântica de contestação que adquire caráter violento com os estudantes. A nossa civilização é judaico-cristã, e nos somos terrivelmente condicionados, marcados, estigmatizados e traumatizados por ela desde a nossa mais maleável adolescência. A criança é um marotinho egoísta que pouco se preocupa com o que o rodeia e aplica quase a totalidade do seu interesse sobre a sua pequena pessoa. - Mamãe, como vim ao mundo? – pergunta ele um dia.- - Meu querido, foi a cegonha que te trouxe! Ou, como uma variante, o menino Jesus ou o aparecimento dentro de uma couve! E, pronto, aí esta a criança abocanhada pelo universo de mentiras que a sua mãe será a primeira pessoa a tecer a sua volta. - E o céu ... quem fez o céu, mamãe? - Foi Deus, querido! - E a erva... quem a faz crescer? – - E também Deus! Mas, um dia, a criança apercebe-se de que para fazer nascer o trigo é preciso botar adubos na terra, cava-la, semear, ceifar... E acaba por ver que é o próprio pai quem se en

OS CHINESES GOVERNARÃO O MUNDO NO FUTURO?

O GUARDIÃO DO CONHECIMENTO  Depois da última guerra, os Americanos compravam a peso de ouro todos os manuscritos e documentos de alquimia chineses que encontravam nas livrarias na  Ásia e na Europa . Mas a maior parte dos livros da ciência antiga chinesa não são conhecidos pelos tradutores ocidentais. No seculo II a.C., O grande imperador budista Ashoka recebeu nove livros escritos por seus sabios que descreviam essas armas espetaculares e avançavam por anos outros domínios da ciência. Porem, coma Ashoka se opunha fortemente a guerra, ordenou que tais textos fossem destruídos, evitando assirn seu mal uso no futuro. Sabe-se apenas que certas passagens mencionariam coisas coma laghima, 0 poder de vencer a gravidade girando-se em sentido oposto aquele da mesma, e os astra, naves voadoras e seus poderes de invisibilidade e destruição. Ou ainda O garima, O poder de alterar O peso dos objetos, e talvez a sua relação espaço-tempo. Embora Ashoka tenha ordenado a destruição de

A CHANTAGEM DO PRATO DE LENTILHAS

Existe uma predição bíblica que os exegetas parecem não ter notado e que, contudo, adquire singular importância no momento em que todo o mundo árabe se levanta contra a jovem nação de Israel. Esta predição esta contida em uma passagem do Gênesis, que todo mundo julga conhecer e que, de fato, constitui um dos maiores mistérios da Bíblia: a história de Esaú. Ei-la, na versão corrente da Vulgata. (Rebeca é estéril, mas Isaac, seu marido, roga ao Senhor, e a sua mulher sente dois gêmeos agitaram-se violentamente no meu ventre. O senhor diz-lhe(G.XX-23): “Duas nações estão nas tuas entranhas, e dois povos que sairão do teu seio divididos, lutarão um contra o outro. Um desses povos dominara o outro, e o mais antigo será submetido ao mais novo. Rebeca dá a luz duas crianças, uma ruiva coberta de pelos como um animal: Esaú (=homem feito); e outra, a segunda, segurando, ao nascer, o pé do irmão, razão por que foi chamado Jacob (o que suplanta) Sabemos que Esaú se tornou exímio ca

A FENDA DE THULE (O FANTASMA DOS POLOS)

A capital da Hiperbórea, segundo as tradições, era Thule. Que, entre os antigos, representava o extremo limite setentrional do mundo conhecido, de onde veio o seu nome de Ultima Thule. A capital dos Hiperbóreos ocupava por conseguinte uma situação chave que sugeriu uma interessante tese a Guy Tarade, presidente do CEREYC de Nice. Segundo Guy Tarade os pólos eram as “Portas do Cosmos” isto é, as duas chaminés de evasão do nosso globo onde inflectem as cinturas de Van Allen, cujas camadas radioativas são temidas pelos cosmonautas. De resto, o mesmo dizia o patriarca Enoch, que antes do dilúvio, visitava o país dos primeiros pais iniciadores vindos do céu, portanto cosmonautas. Essas chaminés na cintura de Van Allen seriam, segundo Guy Tarad, o caminho de chegada e de partida dos iniciadores antigos. Que se essas cinturas de partículas já não nos protegessem, a Terra seria submetida a um bombardeamento cósmico gerador de transmutações

ARQUIMEDES E O COMPUTADOR MAIS ANTIGO DO MUNDO (O Mecanismo de Antikythera)

Ao largo de uma ilha – pescadores de esponjas do Dodecaneso retiraram do mar, no domingo de Páscoa de 1901, um salmão de metal esverdeado e restos de estatuas e vasos. Tinham assim acabado de fazer uma das mais extraordinárias descobertas arqueológicas do século. A ilha era Antikithira, entre Cítera e Creta. Examinado pelos arqueólogos, minuciosamente despojado do seu revestimento de coral e calcário, o magma de metal verde revelou uma surpreendente arquitetura de engrenagens, rodas, balanceiros, eixos, tambores excêntricos e ponteiros delicadamente trabalhados, alojados numa caixa provida de três mostradores. - É um relógio! – exclamam os arqueólogos – Estava numa antiga galera. Impossível – retorquiram os membros de uma conjuração de ceticismo – É perfeita de mais para vir da antiguidade! Seria o mesmo que dizer que Péricles via as horas em um relógio de pulso! Mas a realidade era mais extraordinária ainda, como o provaram as pe