Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

BASE SUBTERRÂNEA EXTRATERRESTRE NO EGITO

“Eis aqui também [diz o grupo Audois) o extrato de uma entrevista que recebemos de um dos nossos correspondentes. Efetuamos sua tradução ao francês julgamos que ela reforça bem a parte do texto de John Lear que em paginas precedentes foi reproduzida.” “’... Lear passou a interessar-se pelo problema óvni em novembro depois de uma conversa que teve com certos membros da Força Aérea Norte – Americana, os quais, na base aérea de Bentwaters, perto de Londres, observaram três pequenos extraterrestres indo ao encontro do comandante da base, logo após a aterrissagem de seu veículo.  “ Este é o extrato da entrevista de Linda Howe e Bem Jamison fizera com Larry Warren, em maio de 1986, e que de um diálogo que Larry Warren teve com Bestenza[ou seja, com alguém que esteve em contato com certos Ets e inclusive falou com outros humanos contactados]. Esta entrevista também fala a propósito dos sinais deixados no chão por um óvni após sua aterrissagem em Bentwatres em dezembro de 1

INTELIGÊNCIAS DA LUA EUROPA (O HEBREU E A ANTIGUIDADE DOS DISCOS VOADORES)

Aladino Félix é um dos nomes mais polêmicos da Ufologia Brasileira. Félix escreveu livros como Contato com os Discos Voadores, um clássico da literatura ufológica mundial, Mensagens aos Judeus, o Hebreu e A Antiguidade dos Discos Voadores, que se antecipava a Erich von Daniken. E para completar, o autor líder messiânico e acusado de terrorismo, preso pelo Departamento de Ordem Política e Social(DOPS) e demais órgãos de repressão política do regime militar(1964-1985)- 1918, 1979,1980 e 1981 foram anos marcados por atentados terroristas praticados por grupos de militares e paramilitares que resistiam ã distenção política no Brasil. A abertura política, ainda lenta, vacilava a cada novo atentado terrorista. Em todo o País, multiplicavam-se ligações anônimas com ameaças e falsos alarmes de bomba, que obrigavam a evacuação de prédios inteiros. No Rio de Janeiro, em 30 de abril de 1981, uma bomba que deveria ser detonada durante um show no Riocentro explodiu dentro do ca

OS MAIORES SEGREDOS UFOLÓGICOS DO FBI

Os conflitos militares entre as nações parecem ter a capacidade de atrair a atenção de nossos visitantes, que se mostram atentos a cada confronto que surge em nosso conturbado planeta. Em praticamente todas as guerras da história da humanidade, desde os tempos mais remotos até os mais recentes, estranhos objetos tem sido observados no cenário dos entraves. Afinal estariam os alienígenas observando nossos conflitos e guerras? Com que propósito? Embora estas perguntas permaneçam sem respostas, é certo que seres extraterrestres estão presentes onde quer que haja uma ação militar. É assim desde a Antiguidade, em períodos anteriores a Cristo, como foi durante a idade média, na primeira e segunda guerras mundiais, nos conflitos na Coréia e no Vietnã e, mais recentemente durante as guerras do golfo e do Iraque. Mas de todos os conflitos militares em que UFOs foram observados, um deles nos chama a atenção diretamente por ter ocorrido na América do Sul: a Guerra das Malvinas,

A FONTE DE ENERGIA LIVRE E GRATUITA A PARTIR DO ÉTER (OS PROJETOS DE NICOLA TESLA)

NICOLA TESLA Cada um de nós tem mais ou menos ouvido falar de guerra biológica. Envenena-se, por exemplo, em tempo de guerra, a água do inimigo por meio de vírus e bactérias. Isso não é novidade, mas será que o leitor nunca se perguntou onde esses agentes tóxicos são testados? Eis aqui alguns exemplos para vosso conhecimento: Em 1950, um navio da marinha americana pulverizou durante seis dias seguidos com nuvens de bactérias - conhecidas com o nome de Serratia - a cidade de São Francisco, tendo em vista testar a capacidade de ataque e de defesa dos Estados Unidos por meio de suas armas biológicas. Os 800.000 habitantes sentiram quase todos os efeitos. Está conhecido hoje que as bactérias Serratia provocam uma espécie de pneumonia que pode ser mortal. O exército americano revelou também que havia feito 239 experiências em ar aberto, das quais 80 incluíam germes, isso entre 1949 e 1969. Isso significa que houve quatro intervenções anuai