Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

O COMPASSO E A SUÁSTICA

Todos os envolvidos e os lideres da Primeira e da Segunda Guerra Mundial eram maçons inclusive Hitler que era membro da Grande Loja da Prússia. A   L'AMICIZIA DEL FUEHRER CON IL GABINETTO RS/33 Nei suoi scritti Mister X accenna ad una dichiarazione di amicizia del Fuehrer nei confronti delle gerarchie fasciste (leggasi, Gabinetto RS/33) ed acclude al riguardo una velina dell'Ansa fascista, la Stefani. Una ricerca sul quotidiano del PNF, Il Popolo d'Italia del 10-5-38, in prima pagina, conferma la notizia (che Mister X aveva fornito senza data) De fato, muitos autores afirmam que Hitler teve relação com a maçonaria e com rito dos Illuminati. Há duas teorias principais sobre o tema. Uma das teses é que o Fuhrer foi uma simples marionete nas mãos da organização. Em sua escalada ao poder, foi apoiado nos âmbitos político e financeiro pela Fraternidade. Depois foi aconselhado a agir como agiu, desencadeando a Segunda Guerra Mundial. Em seguida os Illuminati o

O INDECIFRÁVEL MANUSCRITO DE VOYNICH

Foi descoberto em 1912 na Villa Mondragone, em Frascati, perto de Roma, aquilo que representa um dos maiores enigmas do mundo. Junto de outros livros, um manuscrito misterioso e de conteúdo indecifrável até os dias de hoje, vem desafiando pesquisadores em etmologia (estudo da formação dos idiomas) e cientistas em várias áreas. Tudo teve início quando um comprador de antiguidades, o americano Wilfrid M. Voynich, adquiriu de um antigo colégio de jesuítas na Itália um estranho livro de caracteres indecifráveis até os tempos atuais, tendo em anexo uma carta com data de 1666 se referindo ao antigo proprietário do livro, o imperador Rodolfo II, da Boêmia (hoje região da Alemanha) O livro estranho foi parar em Nova York depois de morte de Voynich e sua esposa. Por sua vez, o comprador, Hans P. Krauss, o doou para a biblioteca da Universidade de Yale. O denominado “ Manuscrito de Voynich” tem 235 páginas contendo ilustrações de plantas desconhecidas, quase bizarras, e é escrito

O CASO VASP VÔO 169 E O BISPO LORSCHEIDER

Ocorrido na madrugada de 08 de fevereiro de 1982, Caso Vasp Vôo 169 é até hoje um dos mais extraordinários episódios da Ufologia Brasileira. O fato se deu quando o Boeing da extinta companhia aérea paulista fazia um vôo noturno entre Fortaleza e São Paulo, com duas escalas. O avião foi seguido por quase duas horas inteiras por um objeto não identificado de brilho intenso, que surgiu inicialmente a sua esquerda, na altura de Petrolina, no interior de Pernambuco, e realizou inúmeras manobras. Com quase 150 passageiros a bordo, o avião foi seguido ininterruptamente até a primeira escala, em belo Horizonte, tendo o UFO continuado sua perseguição quese uma hora depois, após o Boeing decolar rumo ao Rio de Janeiro, sua segunda escala. O comandante era o veterano Gerson Maciel de Britto, que na época acumulava mais de 26 mil horas de vôo e era considerado um dos pilotos mais experientes da empresa. - Teria sido um caso de perseguição corriqueiro caso não tivesse