Pular para o conteúdo principal

OS BEBÊS JÁ NASCEM CONDICIONADOS?


O fenômeno hippy é a forma romântica de contestação que adquire caráter violento com os estudantes. A nossa civilização é judaico-cristã, e nos somos terrivelmente condicionados, marcados, estigmatizados e traumatizados por ela desde a nossa mais maleável adolescência.
A criança é um marotinho egoísta que pouco se preocupa com o que o rodeia e aplica quase a totalidade do seu interesse sobre a sua pequena pessoa.
- Mamãe, como vim ao mundo? – pergunta ele um dia.-
- Meu querido, foi a cegonha que te trouxe!
Ou, como uma variante, o menino Jesus ou o aparecimento dentro de uma couve!
E, pronto, aí esta a criança abocanhada pelo universo de mentiras que a sua mãe será a primeira pessoa a tecer a sua volta.
- E o céu ... quem fez o céu, mamãe?
- Foi Deus, querido!
- E a erva... quem a faz crescer? –
- E também Deus!
Mas, um dia, a criança apercebe-se de que para fazer nascer o trigo é preciso botar adubos na terra, cava-la, semear, ceifar... E acaba por ver que é o próprio pai quem se encarrega do trabalho.

Ou ele reage, nunca reagirá, e será sempre insensível a toda na verdade e a toda veleidade de independência, ou então germinará uma ponta de contestação que mais tarde acabará por invadi-lo completamente.

Antes que ele saiba ler, antes que possa reagir, os pais e os mestres religiosos ou políticos trabalham a máquina de pensar da criança segundo normas bem calculadas desde há milênios.
No princípio, Deus criou o Céu a Terra.
E eis a criança, emparedada numa teia de mentiras de que jamais poderá livrar-se.

O FENÔMENO HIPPY
Este fenômeno é o sinal clínico, patológico, do fim de um sistema de civilização. Atinge naturalmente as nações mais ricas e cujo standing é o mais elevado.
Os E.U.A, desagregam-se. A  Inglaterra nunca mais poderá levantar-se. A Holanda afunda-se.
Sinais prenunciadores de um grande cataclismo.
O movimento hippy nasceu em S. Francisco, em 1965.
Descalços como os feiticeiros, ou calçados como nas casas especiais, vestidos de estranha maneira, as raparigas e os rapazes desse estranho movimento, oriundos da burguesia, recusam-se a obedecer aos pais.
 Lesados já nos seus cromossomas, são contra a guerra, o racismo, a injustiça e manifestam os seus sentimentos coroando-se de flores, simulando amá-las.
Opõem-se á filosofia hindu de não violência (que não conhecem) e a moral cristã que soçobrou. São pela liberdade do amor, e desprezam (em principio) o dinheiro.
Drogam-se parta fugir á realidade: LSD, marijuana, kiff, haxixe, e revoltam-se contra o estado fascista da sociedade.
Querem tudo, mas nada oferecem, não trabalham e aspiram bem-estar dos outros.
A sua histeria, a sua sede de milagres, têm um sentido extremamente profundo, mesmo que eles nada mais façam senão aflorar-lhe a razões: querem um Deus que se preocupe com eles!
Em Paris, interrogamos um hippy particularmente lúcido e agressivo que se dizia professor de filosofia dos seus camaradas.
- Inculco-lhes o amor do ódio – disse-nos... Ódio contra o burguês, o rico, o sacerdote.
São todos da mesma raça.
Digam mal da religião a um operário; ele aprovará ou encolherá os ombros. Mas digam o mesmo a um burguês este protestará.
Não é o amor ou a moral que sustentam a religião, mas o dinheiro dos burgueses, exaltando a velhacaria e o egoísmo.
Até as missões são subvencionadas pelo dinheiro proveniente da escravização dos brancos(operários) e por vezes com fundos secretos dos governos.
Porquê, Para servirem de pedestal a um sistema que dura há mais de dois mil anos.
                                      FONTE: Titulo original: LE LIVRE MYSTEIREUX INCONNU, Robert Lafount, 1969
  LIVRARIA BERTRAND, S.A.R.L.- Lisboa  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OS MISTÉRIOS DO 11 DE SETEMBRO "PORQUE A VERSÃO OFICIAL NÃO PODE SER VERDADEIRA"

TODOS OS MISTÉRIOS FORAM DESVENDADOS NESTE DOCUMENTÁRIO RTP 2 - 11 de Setembro A Grande Farsa (Completo) NÃO FOI UMA AERONAVE QUE ATINGIU O PENTÁGONO ISTO JÁ ESTA PROVADO AUTOR QUE DENUNCIAVA 11/09 É ENCONTRADO MORTO AUTOR QUE DENUNCIAVA O 11 DE SETEMBRO COMO UM PLANO AMERICANO É ENCONTRADO MORTO JUNTO COM TODA FAMÍLIA Phillip Marshall, pesquisador, escritor e ex-piloto da CIA, foi encontrado morto em 2 de fevereiro de 2013, com sua esposa e filhos. Até mesmo o cão da família foi morto. As autoridades tratam a questão como suicídio, mas de acordo com aqueles que o conheciam Phillip, ele vivia com medo desde q...ue ele publicou seu livro "The Big Bamboozle: 9/11 e a Guerra ao Terror", em que culpa o governo dos Estados Unidos para os ataques. Phillip escreveu no livro que a administração Bush, com a cooperação de inteligência saudita, foi responsável pelos ataques terroristas de falsa bandeira 11 de setembro de 2001 às Torres Gêmeas. De ac

ARTUR BERLET E A REVELAÇÃO (UMA CIDADE COM 90 MILHÕES DE HABITANTES) NOSSO PLANETA O PRÓXIMO ALVO?

Aliás, todas as evidências indicam que existe mesmo uma certa raça malévola dos tripulantes de OVNI que tem um grande interesse em destruir a nossa civilização, muito possivelmente para se apoderar da Terra - um verdadeiro paraíso infelizmente tão desprezado e maltratado por nós mesmos! Nada, nada mesmo, impede que certas criaturas, tal como nos falam os relatos bíblicos sobre a "Tentação da Serpente", de tempos em tempos se aliem com algumas nações, fornecendo tecnologia e assim estimulando nos bastidores, e graças à nossa estupidez, o nosso próprio fim! Artur Belet, um brasileiro seqüestrado para exames por tripulantes de um OVNI no Estado do Rio Grande do Sul, ouviu de um deles precisamente isto: "Chegamos à conclusão que vocês não suportarão por durante muito tempo a curiosidade de ver o estrago que fazem todas as suas armas. E quando isso acontecer, não poderão escapar dessa devastação, porque com poucas bombas daquelas (nucleares) contaminarão tod

EXISTEM TRÊS TIPOS DE REBELDES NO MUNDO

O rebelde a natureza, o rebelde a ciência e o rebelde a verdade, eles eram figurados no inferno dos antigos pelas três cabeças de Cérbero. Eles são figurados na Bíblia por Coié, Dathan e Abiron. Na lenda maçonica, eles são designados por nomes que variam segundo as ritos. O primeiro que se chama ordinariamente Abiran ou assassino de Hiran, fere o grão-mestre com a régua. É a história do justo que se mata, em nome da lei, pelas paixões humanas. O Segundo, chamado Mephiboseth, do nome de um pretendente ridículo e enfermo à realeza de Davi, fere Hiram com a alavanca ou a esquadria. É assim que a alavanca popular ou a esquadria de uma louca igualdade toma-se o instrumento da tirania entre as mãos da multidão e atenta, mais infelizmente ainda do que a régua, à realeza da sabedoria e da virtude. O terceiro enfim acaba com Hiram com a machadinha, Como fazem os instintos brutais quando querem fazer a ordem em nome da violência e do medo, abafando a inteligência. O ramo de a